BRASIL.- (Divida Pública)

CARTA Regia que sua Alteza Real o Principe Regente nosso senhor mandou expedir ao Vice-Rei, e Capitão general de Mar, e Terra do Estado do Brazil, na qual se manifestão as Paternaes Providencias, com que sua Alteza Real indefessamente cuida em promover a felicidade dos seus Povos; e que se faz publica por meio da Imprensa... escrita no Palacio de Queluz aos 24 de Outubro de 1800

CARTA Regia que sua Alteza Real o Principe Regente nosso senhor mandou expedir ao Vice-Rei, e Capitão  general de Mar, e Terra do Estado do Brazil, na qual se manifestão as Paternaes Providencias, com que sua Alteza Real indefessamente cuida em promover a felicidade dos seus Povos; e que se faz publica por meio da Imprensa... escrita no Palacio de Queluz aos 24 de Outubro de 1800

Ref.: B0618

Preço: €85.00

 

CARTA REGIA QUE SUA ALTEZA REAL O PRINCIPE REGENTE NOSSO SENHOR MANDOU EXPEDIR AO VICE-REI, E CAPITÃO GENERAL DE MAR, E TERRA DO ESTADO DO BRAZIL, NA QUAL SE MANIFESTÃO AS PATERNAES PROVIDENCIAS, COM QUE SUA ALTEZA REAL INDEFESSAMENTE CUIDA EM PROMOVER A FELICIDADE DOS SEUS POVOS; E QUE SE FAZ PUBLICA POR MEIO DA IMPRENSA... ESCRITA NO PALACIO DE QUELUZ AOS 24 DE OUTUBRO DE 1800

P.f. preencha e envie o formulário - quando esta obra estiver disponível receberá um e-mail automático a dar-lhe conta
Nome
Endereço de e-mail

(Lisboa): Na Regia Oficina Typografica, 1800.-7p.; 29cm.-B.

Documento régio de importância para a História Económica do Brasil e de Portugal. Agravando-se o déficit da colónia D. João VI em 1799 determinou o pagamento da dívida apurada e de outras ainda não conhecidas, por meio de apólices que venciam 5% de juros. Através desta carta e complementando a decisão anterior, o Rei ordena ao Vice Rei para classificar as dívidas em legais e ilegais, e considerar " Dividas Antigas" todas as que tinham sido contraídas até 1797.

n.d.



Mais obras do(s) tema(s)   Brasil