ESCRAVOS.- (Alvará).- " Tendo em mui particular consideração animar, e promover a introdução de Escravatura na Capitanía, e Estado do Gram Pará que sendo mui vasto, he ainda mui falto de Povoação: Hei por bem determinar, que de todos os Escravos que se exportarem para aquela Capitanía, não só se não paguem Direitos alguns da sahida em Angola e de entrada no Pará... Palacio de Queluz 19 Outubro 1798

ESCRAVOS.- (Alvará).- \

Ref.: B2217

Preço: €40.00

 

ESCRAVOS.- (ALVARÁ).- \" TENDO EM MUI PARTICULAR CONSIDERAÇÃO ANIMAR, E PROMOVER A INTRODUÇÃO DE ESCRAVATURA NA CAPITANÍA, E ESTADO DO GRAM PARÁ QUE SENDO MUI VASTO, HE AINDA MUI FALTO DE POVOAÇÃO: HEI POR BEM DETERMINAR, QUE DE TODOS OS ESCRAVOS QUE SE EXPORTAREM PARA AQUELA CAPITANÍA, NÃO SÓ SE NÃO PAGUEM DIREITOS ALGUNS DA SAHIDA EM ANGOLA E DE ENTRADA NO PARÁ... PALACIO DE QUELUZ 19 OUTUBRO 1798

P.f. preencha e envie o formulário - quando esta obra estiver disponível receberá um e-mail automático a dar-lhe conta
Nome
Endereço de e-mail

(Lisboa): S.n., 1798.- 2p.;30cm.-C

+ "AMPLIANDO o que se acha determinado por Decreto de 19 de Outubro de 1798: sou servida, que a isenção de direitos alli concedida a favor da introdução dos escravos remetidos de Angola para o Pará, se extenda a todos os Escravos, que dos Portos de Cacheo, e Bissau, ou Moçambique... Palacio de Queluz 16 Janeiro 1799. - (Lisboa): S.n., 1799.- 2p.; 30cm.-C Os dois diplomas completam-se.

Cartonagem em papel marmoreado.



Mais obras do(s) tema(s)   Brasil  |   Escravatura  |   Angola