MAMPOSTEIROS da Redenção dos Cativos-

Alvará do Provincial da Trindade, per que V. Magestade há por bem que o Corregedor do Civel da Corte conheça dos aggravos, que os Mamposteiros tirarem de os obrigarem a ser Recebedores das sizas, como dos mais...

Alvará do Provincial da Trindade, per que V. Magestade há por bem que o Corregedor do Civel da Corte conheça dos aggravos, que os Mamposteiros tirarem de os obrigarem a ser Recebedores das sizas, como dos mais...

Ref.: E122

Não Disponível
Notificar-me quando disponível
Inserir Dados

ALVARÁ DO PROVINCIAL DA TRINDADE, PER QUE V. MAGESTADE HÁ POR BEM QUE O CORREGEDOR DO CIVEL DA CORTE CONHEÇA DOS AGGRAVOS, QUE OS MAMPOSTEIROS TIRAREM DE OS OBRIGAREM A SER RECEBEDORES DAS SIZAS, COMO DOS MAIS...

P.f. preencha e envie o formulário - quando esta obra estiver disponível receberá um e-mail automático a dar-lhe conta
Nome
Endereço de e-mail

(Lisboa):S.n., ( 1694 ?).-(12)p.;27cm.-C.

Trata-se de um Alvará do Provincial da Ordem da Trindade a transcrever um conjunto de diplomas régios que concediam aos Mamposteiros (recebedores) das esmolas para a redenção dos cativos um conjunto de privilégios. Pagina de rosto adornada com a cruz da Ordem da Trindade.

Rubricas coevas no rosto.



Mais obras do(s) tema(s)   Legislação antiga  |   Ordens religiosas  |   Economia